10 de out de 2013

Etéreo



O que haverá
que não vejo, que não vejo, que não vejo
mas me chama num desejo que não sei explicar
Não há asas que me levem
Não há sonho que me pouse
nesse etéreo e misterioso lugar...

O que haverá
que eu sinto, que eu sinto, que eu sinto
Pensamentos... visões de um mundo novo
Uma nuvem, um azul onde eu possa repousar
Devaneio...delírio...viagem...
Uma vontade estranha...intensa 
de me aquietar...

regina ragazzi










Um comentário:

  1. Limerique

    O que haverá além, adiante
    Que embora pareça distante?
    Talvez misterioso lugar
    Que te convida repousar
    Então não espere um instante.

    ResponderExcluir

Obrigada por ter vindo. Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...