28 de nov de 2012

Ébrio




Esse olhar de madrugada
Bêbado olhar
Adormecido e cansado
Névoa e chuva a lhe ofuscar
O brilho das estrelas
E o corpo se entregando
Caindo a qualquer vento
A mente, insanamente ausente

Sem olhos, sem corpo, sem mente
Só a alma a vagar
Muda e indiferente...

regina ragazzi

2 comentários:

  1. Limerique

    Era uma insone madrugada
    Olhos vazios e mente parada
    Sonho não havia
    Nada se movia
    Noite escura de lua cansada.

    ResponderExcluir
  2. Amiga, eis o nosso espírito se despendendo do corpo , viajando pelo plano espiritual e retornando ao corpo. Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir

Obrigada por ter vindo. Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...