1 de dez de 2012

Amarras


De que adiantam as amarras
Se tudo é tão exposto ...tão sentido
Tão nu...tão cru...tão preto e branco...

Retrato de uma realidade
Que o destino não conseguiu mudar
Atou minhas mãos
Vedou meus olhos
Mas minha alma...
Ah... ela é rebelde
Não se deixa encarcerar ...

regina ragazzi

Um comentário:

  1. Limerique

    Amarras essas que impõe falta de ar
    Tentam de toda maneira aprisionar
    Mas a poeta se agita
    E aos ares ele grita:
    Pois jamais vou deixar-me encarcerar!

    ResponderExcluir

Obrigada por ter vindo. Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...