9 de dez de 2012

Um canto triste



Canta o pássaro num choro entristecido
Na madrugada solitária ele chora
Agora sabe que estará sempre sozinho
Sem o canto alegre que cantava outrora

Seu canto agora é apenas um gemido
É um lamento de saudade e dor
Enfim o pássaro se sentiu vencido
Quando suas próprias asas  arrancou

regina ragazzi

5 comentários:

  1. Querida Regina,
    É triste, mas, uma bela poesia, minha linda!
    Vc anda sumida de mim...
    Beijos e um belo domingo,
    Martha

    ResponderExcluir
  2. Minha querida

    Um poema cheio de nostalgia, mas verdadeiramente belo.
    quantas vezes nos sentimos assim...sem nós.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Eu também sou um pássaro
    que urra
    tive minhas asas arrancadas
    a diferença que fiz da minha
    solidão
    meu ninho
    e com as penas das minhas
    asas arrancadas
    faço poema de liberdade

    mui belo poema
    por que toca o coração
    com intensidade
    cada verso é um choro
    de pássaro
    mexeu com o sentimento
    do meu cameleão

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
  4. Limerique

    Nos bons dias ele canta a beleza
    Em outros tantos, canta de tristeza
    Pois como a gente
    Canta o que sente
    Mas sempre revestido de nobreza.

    ResponderExcluir
  5. Oi Regina,
    Vim te convidar para vr a minha postagem de hoje, dia 11/12/2012...é um testemunho.
    bjs,
    Martha

    ResponderExcluir

Obrigada por ter vindo. Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...