6 de dez de 2012

Vício


Tantas foram as viagens
 Que ele queria fazer
 Os olhos sempre vermelhos
 Não lhe deixavam ver

 Que estava entorpecido
 E a cabeça não pensava
 Se despedia da vida
 Enquanto viajava

 Foram dias se entregando
 Ao vício que o alimentava
 Cada dia mais querendo
 O veneno que o matava

 Uma dose acertada
 Foi fatal ao coração
 Uma viagem sem volta
 Deu cabo de sua aflição


regina ragazzi

Um comentário:

  1. Limerique

    Quando todos os bichos o homem solta
    Seja por insegurança ou revolta
    Entra numa espiral
    Que pode ser fatal
    Poderá fazer uma viagem sem volta.

    ResponderExcluir

Obrigada por ter vindo. Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...